Informação

O que é libido e como funciona?

O que é libido e como funciona?

Conteúdo

  • 1 O que é libido?
  • 2 Existem diferentes tipos de libido
  • 3 O que faz a diferença entre a libido masculina e feminina
  • 4 fatores que determinam a perda de libido
  • 5 Como aumentar a libido?

O que é libido?

Libido É um termo que vem do latim e significa desejar ou dirigir. É amplamente utilizado no psicanálise e definida como uma carga de energia vital ligada ao sexo e influenciada por hormônios sexuais, gera respostas no sistema nervoso simpático e parassimpático. Freud Ele definiu como o impulso ou energia psíquica que guia o comportamento em direção ao fim e é descarregado quando é alcançado. Embora inicialmente ligado à energia sexual, foi posteriormente definido como uma energia psíquica indiferenciada (Carl Gustav Jung) que pode estar relacionado a funções e campos que nada têm a ver com sexualidade.

Existem diferentes tipos de libido

Muitas pessoas associam a libido a um alto desejo sexual, esse desejo que o convida a fazer sexo selvagem e espontâneo. Todos nós já vimos a cena típica de dois amantes apaixonados no cinema ou na televisão. Mas é um crença errada já que o desejo pode ter outras formas. É o que acontece em casais estáveis; A princípio, você pode não gostar de sexo, mas se houver um momento de intimidade com beijos e carícias, o desejo que não foi a priori pode aparecer. O que acabou de acontecer é que a forma do desejo mudou e há uma necessidade de qualidade e não de quantidade no sexo. Nessas circunstâncias, até que o corpo não esteja excitado, o desejo não aparece.

O que diferencia a libido masculina da feminina

Sabe-se que existem diferenças sutis entre pessoas de ambos os sexos se falamos sobre libido.

A libido feminina está intimamente ligada ao ciclo menstrual, dependendo da fase do ciclo, os hormônios causarão um aumento ou diminuição. Há duashormônios envolvidos no desejo e que as mulheres são especialmente ativas, essas são as estrogênio e testosteronaSão hormônios produzidos pelos ovários e são responsáveis ​​por flutuações hormonais e pela intensidade do desejo feminino ao longo do ciclo menstrual, causando aumento ou diminuição.

Por exemplo, durante os dias anteriores da ovulação, o corpo da mulher registra um pico de estrogênio, então a libido feminina estará no auge. Nos homens, há também uma influência de hormônios, mas é mais estável ao longo do tempo.

Fatores que determinam a perda de libido

A primeira coisa que devemos fazer é excluir problemas físicos ou orgânicos ao determinar por que a perda da libido ocorre.

Causas orgânicas de perda de libido

Às vezes, essa perda pode ter origem em uma doença ou no consumo de certos medicamentos. Por exemplo, sabe-se que o doença renal crônica pode diminuir os níveis de desejo ou que Medicamentos usados ​​para depressão, ansiedade ou câncer de próstata Eles também podem reduzi-lo. Embora na maioria das vezes a origem seja psicológica.

Causas psicológicas da perda de libido

Entre as causas psicológicas, encontramos a medo de não "desistir" como amantes, o medo da gravidez ou de ser infectado por uma doença sexualmente transmissível, crenças ou tabus em torno do sexo, recebeu a educação.

Também é frequente que tensões diárias, estresse e ansiedade Eles acabam afetando nossa vida sexual. O problemas de comunicação com nosso parceiro, eles também são outro fator para nossa libido ser afetada. Outro fator importante é a idade, pois quanto mais velho menos libido.

Um experiência sexual traumática Na infância ou ter aprendido a reprimir pensamentos sexuais também pode gerar uma libido reduzida.

Se a causa tem uma raiz psicológica e queremos ter uma boa libido novamente, recomenda-se terapia psicológica, incluindo aconselhamento cognitivo-comportamental. O aconselhamento psicológico ajuda a redirecionar a situação do casal se os problemas estiverem no relacionamento. Se for devido ao estresse, a pessoa deve tomar consciência de como esse estresse está afetando seu corpo e aprender técnicas para controlá-lo.

Como aumentar a libido?

A libido, como dissemos, depende de muitos fatores. Fazer algumas pequenas mudanças na rotina pode aumentar e, assim, viver a sexualidade de maneira mais intensa.

  • Passe um tempo de qualidade com o casalDesta vez, não implica necessariamente fazer sexo, pode estar comendo juntos, dando um passeio. A idéia é aproveitar a companhia de outra pessoa. Isso tornará mais fácil para você acordar.
  • Converse com seu parceiro sobre seus desejos sexuais, como você deseja que os encontros íntimos se desenvolvam, proponha fazer coisas novas na cama.
  • Agende encontros íntimos. Só de pensar que nos encontraremos naquele dia e em tal lugar com o nosso parceiro nos fará acordar nossa libido.
  • Não se preocupe com o orgasmo. Sexo também são massagens, carícias, abraços e intimidade. Não buscar o objetivo do orgasmo nos fará relaxar e aproveitar o encontro com nosso parceiro.

Estas são apenas algumas dicas. O importante é que, se você perceber que o desejo foi recusado, tente encontrar uma solução. Ter uma boa vida sexual é indicativo de ter boa saúde.

Referências

//www.academia.edu/4502135/Dicionado_de_psicoanalisis_Laplanche_and_Pontalis