Comentários

O método de felicidade de Ken Honda no Japão

O método de felicidade de Ken Honda no Japão

O método de felicidade de Ken Honda é um dos mais aplicados atualmente por milhões de pessoas de todo o mundo, especialmente do Japão.

É um fato que todos ansiamos pela felicidade, quem não quer viver em harmonia? Não surpreendentemente, estudos indicam que, desde os tempos antigos, o objetivo supremo ao qual o homem aspirava era o da felicidade.

No entanto, como outras pesquisas enfatizam, Felicidade não é apenas o bem-estar de um organismo adaptado ao seu ambienteRequer reflexão, uma vida baseada em valores e uma conquista de si mesmo.

Qual é o método de felicidade de Ken Honda?

Ken Honda é um palestrante de sucesso e autor de livros importantes focados na área de desenvolvimento pessoal.

Atualmente, ele é um dos autores mais lidos em seu país. Muitos japoneses seguem a filosofia da felicidade proposta pela Honda.

Sua própria vida é o melhor exemplo de quão bem-sucedido é seu método, já que a Honda é administradora e proprietária de várias empresas de sucesso.

Os seminários que a Honda determina geralmente esgotam seus ingressos nas primeiras horas. Bem, todo mundo quer saber as chaves que ele fornece para ter sucesso.

O método de Ken Honda e o estado de felicidade

Muitas pessoas associam esse estado ao dinheiro, e a verdade é que, para Ken Honda, o aspecto monetário é importante.

No entanto, Ken ressalta que a felicidade não consiste em enriquecer subitamente, mas em saber como gerenciar o que já temos.

O dinheiro pode gerar emoções diferentes. Estes podem ser medo, raiva, estresse e podem desempenhar um papel desestabilizador nos relacionamentos interpessoais.

Não obstante, O dinheiro pode ser útil para ajudar outras pessoas, mudar a maneira como percebemos a realidade e sorrir, entre outros benefícios.

Trata-se de adotar a postura correta. Ou seja, sentir-se feliz com o dinheiro sem permitir que esse seja o que nos controla.

5 etapas do método Ken Honda

A Honda propõe várias etapas dentro de seu método. Estes são:

  1. Deixe para trás a mentalidade da escassez. Este passo é crucial para poder caminhar em direção à alegria. Muitas vezes as pessoas vivem limitadas porque acreditam que não há recursos suficientes no mundo.
  2. Todas as lesões relacionadas ao dinheiro devem ser curadas, e isso é alcançado através do perdão. Curar essas feridas nos ajudará a ser prósperos.
  3. Descubra os talentos e presentes. Todos nascemos com um talento, mas nem todos o descobriram. É importante iniciar esta pesquisa e começar a desenvolvê-la.
  4. Tenha confiança na vida. Isso significa que é necessário liberar medos e preocupações com o futuro. Só então podemos reduzir a ansiedade.
  5. Agradeça sempre. A gratidão permite que a energia flua na vida das pessoas e que elas podem dar e receber.

Dessa maneira, o dinheiro também começa a entrar em nossas vidas sem impedimentos.

Como você pode ver, a filosofia da Honda não despreza o dinheiro, mas reforça a idéia de oferecer o tratamento certo.

Além disso, a Honda acredita que existem personalidades diferentes de acordo com a forma como elas se relacionam com o dinheiro.

Então, existem pessoas que são Indiferentes, outros são acumuladores, eremitas, desperdiçadores ou viciados em ganhar dinheiro.

Claro, a maneira como todos se relacionam com o dinheiro obedece à maneira como ele foi educado na infância.

Quando você atinge a idade adulta, às vezes prevalecem os medos e a escassez.

Para ser feliz e ter um bom relacionamento com o dinheiro, sempre temos que agradecer.

Isso inclui aqueles momentos em que as coisas não acontecem como havíamos antecipado.

Honda insiste em gratidão porque aqueles que reclamam menos e agradecem mais tendem a atrair mais pessoas ao seu redor e, com isso, mais oportunidades e dinheiro.

De qualquer forma, a Honda nos lembra que a coisa mais valiosa da vida não é dinheiro, mas pessoas, especialmente nós.

Bibliografia

Aubyn, F. C. St., & Berthet, F. (1993). Felicidade Literatura Mundial Hoje. //doi.org/10.2307/40149578

Honda, K. Happy Money: entenda e cure seu relacionamento com dinheiro.

Margot, J.-P. (2011). A FELICIDADE. Práxis Filosófica. //doi.org/10.25100/pfilosofica.v0i25.3112

Seligman, M.E.P. (2006). A verdadeira felicidade. Em Byblos.

Veenhoven, R. (2007). Medidas de felicidade nacional bruta 1. Intervenção psicossocial.