Artigos

Frases famosas de Thomas Hobbes

Frases famosas de Thomas Hobbes

Thomas Hobbes Ele é um dos grandes sábios dos séculos XVI e XVII. Isto filósofo O inglês não apenas lançou as bases da filosofia política moderna, mas destacou-se em várias áreas do conhecimento. Seus estudos profundos sobre teologia, história éticae Ciências Exatas. Was deístaEu pensei que poderia alcançar Deus através da razão e experiência pessoal, e não através da religião.

Seu trabalho mais conhecido é o Leviatã, que lançou as bases da teoria dos contratos (corrente filosófica que defende que a origem da sociedade e do Estado se deve a uma contrato entre os humanos, para os quais uma limitação de liberdades é aceita em troca de leis que garantam paz, tranqüilidade e vantagens sociais).

Frases famosas de Thomas Hobbes

"O homem é um lobo para o homem"

"Quando os homens constroem sobre fundações falsas, quanto mais constroem, maior será a ruína."

"A primeira e fundamental lei da natureza é buscar a paz."

"Eloquência é poder, porque parece prudente."

"Favorece obrigada, e a obrigação é escravidão"

"Não buscamos a sociedade por ela mesma, mas pelas honras ou benefícios que ela pode nos trazer."

"A competição por riqueza, honra, comando ou qualquer outro poder leva ao antagonismo, inimizade e guerra."

"Medo e eu nascemos gêmeos."

"Um homem livre é aquele que, tendo força e talento para fazer uma coisa, não encontra obstáculos à sua vontade."

"Uma democracia nada mais é do que uma aristocracia de oradores, às vezes interrompida pela monarquia temporária de um orador".

"A doutrina que está em contradição com a paz não pode ser verdadeira, pois paz e harmonia não podem ir contra a lei da natureza."

"Da igualdade vem a desconfiança."

"São homens e armas, não palavras e promessas, que constituem a força e o poder das leis".

"O medo de coisas invisíveis é a semente natural do que cada um chama de religião para si".

“Tudo o que imaginamos é finito. Portanto, não há idéia ou concepção de algo que possamos chamar de infinito. Nenhum homem tem uma imagem de magnitude infinita em sua mente, e ele não pode conceber velocidade infinita, tempo infinito, força infinita ou poder infinito. Quando dizemos que algo é infinito, tudo o que queremos dizer é que não somos capazes de conceber a terminação e os limites das coisas que denominamos. Não temos nenhuma concepção dessas coisas, mas de nossa própria incapacidade. ”

“Ao medo de um poder invisível, fingido pela mente ou imaginado a partir de histórias aceitas pelo público, chamamos isso de religião; se não foram aceitos, superstição. ”

"Não há homem que possa ter um pensamento ou representação de algo que não esteja sujeito à ordem do sensorial".

"Quando um homem raciocina, ele não faz nada além de conceber uma soma total, adicionando partes ou concebendo um descanso por subtração".

"Pois não há concepção na mente humana que a princípio não tenha sido gerada nos órgãos dos sentidos, total ou parcialmente."

“O medo da opressão dispõe para evitá-la ou procurar ajuda na sociedade; com efeito, não há outra maneira pela qual um homem possa garantir sua liberdade e sua vida. ”

“Diante dessa situação de desconfiança mútua, não existe um procedimento razoável para que um homem se proteja, como a antecipação, isto é, dominar pela força ou enganar todos os homens que puder, durante o tempo preciso, até que nenhum outro poder possa ameaçá-lo. ”

“Desejo saber por que e como, curiosidade; Esse sentimento não ocorre em nenhum outro ser vivo, mas no homem. O homem se distingue singularmente não apenas por sua razão, mas também por essa paixão, de outros animais. ”

"A pusilanimidade coloca os homens na irresolução e, como conseqüência, em perder as oportunidades e oportunidades mais adequadas para agir".

"Os convênios que não repousam sobre a espada nada mais são do que palavras, sem força para proteger o homem, de qualquer forma."

“A linguagem do desejo e da aversão é imperativa, como: faça isso, não faça aquilo. Quando a parte interessada é obrigada a fazer ou omitir, existe um mandato; caso contrário, um fundamento; em alguns, uma dica. "

Bibliografia recomendada

  • Schmitt, C. (2008).Leviatã na doutrina do Estado de Thomas Hobbes. Fontamara
  • Hobbes, T. & Pavón, D.N. (1979).Elementos do direito natural e político. Madri: Centro de Estudos Constitucionais.
  • Hernández, J.M. (2002).O retrato de um deus mortal: estudo da filosofia política de Thomas Hobbes (Vol. 126). Anthropos Editorial.
  • Hobbes, T. (1999).Tratado do Cidadão. Trotta,.
  • Hobbes, T. (1996). Leviathan (R. Tuck, Ed.).Cambridge, Reino Unido: Cambridge University.