Comentários

Frases famosas de Oswald Spengler

Frases famosas de Oswald Spengler

Oswald Spengler (Blankenburg, 29 de maio de 1880 - Munique, 8 de maio de 1936) foi um historiador e filósofo alemão de idéias revolucionárias conservadoras. Ele é amplamente conhecido por seus trabalhos: o declínio do oeste, homem e técnica, os anos decisivos,entre outras.

Oswald Spengler foi conhecido pelo estudo da Civilização, chegando a prever eventos importantes, como crise cultural atual Ele disse que, em 2000, a Civilização Ocidental entraria em um estado de extinção.

Da mesma forma, Oswald Spengler argumenta que a vida e a história da humanidade (e com ela as civilizações) são uma luta constante entre estabilidade, mudança, mobilidade, entre muitos estados e processos. Civilizações, portanto, eles agiriam como um organismo vivo que nasce, cresce, se reproduz e morre.

Frases famosas de Oswald Spengler

  • “Não somos livres para conseguir isso ou aquilo, mas para fazer o que é necessário ou não fazer nada. Os problemas colocados pela necessidade histórica são sempre resolvidos com ou contra o indivíduo ".
  • "Quanto mais alta é uma cidade, mais limitada é a sua liberdade, e quanto mais educado é um homem, menos liberdade é necessária".
  • “Nas grandes crises, todos os outros lutaram por vitória ou derrota; nós sempre lutamos pela vitória ou aniquilação. ”
  • “O sangue é para nós o símbolo da vida. Ele circula infinitamente pelo corpo, da concepção à morte; passa do corpo da mãe para o filho; bata as artérias na vigília como no sono; Nunca interrompe seu curso. O sangue dos ancestrais flui através das gerações, reunindo-os em um conjunto imenso, sujeito ao destino, ao ritmo e ao tempo. ”
  • "Tempo não é distância, mas sentimento."
  • "A lei do retorno eterno é a mesma, em larga escala, do que é, em pequena escala, a mudança da vida para a morte, o colapso dos estados, costumes e condições culturais".
  • "O que é feito hoje sob o nome de arte é pura impotência e mentira"
  • “Toda alma tem religião. Religião é apenas outra palavra para expressar a existência de uma alma. Todos os modos de vida em que a alma se manifesta, todas as artes, doutrinas, usos, todos os mundos de formas metafísicas e matemáticas, todo ornamento, cada coluna, todo verso, toda idéia é, no fundo, religiosa. ”
  • “Culturas são organismos. A história universal é sua biografia ”
  • “O dinheiro pensa; o dinheiro dirige: esse é o estado das culturas decadentes. ”
  • “No começo, eu tinha bens que tinham poder. Agora quem tem dinheiro tem poder. Dinheiro é o que coloca o espírito no trono. Democracia é a identificação perfeita de dinheiro com força política. ”
  • "A alma de um artista é, como a alma de uma cultura, algo que aspira a ser realizado, algo completo e perfeito, ou, dito na linguagem de uma filosofia antiga, um microcosmo".
  • “Para o homem primitivo, a palavra" tempo "não pode significar nada. O homem primitivo vive sem precisar contrariar o termo tempo para qualquer outra coisa. Ele tem tempo, mas nada sabe sobre ele. (...) Somente a inteligência cósmica das culturas superiores, sujeita à impressão de "natureza", que mecaniza tudo, e dominada pela consciência de uma extensão rigorosamente ordenada, mensurável e concebível, desenha a imagem espacial, o fantasma do tempo para satisfazer sua necessidade de conceber tudo, medir e ordenar tudo por causas e efeitos ”.
  • Os egípcios adoravam a pedra dura dos imensos edifícios; a severidade de sua consciência o fazia sempre procurar os problemas mais difíceis ”
  • “Em toda língua de culto, há um certo número de palavras que permanecem envoltas em um profundo mistério: destino, fatalidade, chance, predestinação, destino. Não há hipótese, não existe ciência que possa expressar a emoção que nos apreende quando nos envolvemos no som e no significado dessas palavras. ”
  • O homem culto vive interiormente; os civilizados, no espaço, entre corpos e fatos. ”
  • "A liberdade de opinião pública requer a elaboração dessa opinião, e isso custa dinheiro"
  • "A história de uma cultura é a realização progressiva de suas possibilidades"
  • "Conhecer o mundo é, para o homem de culturas superiores, uma necessidade real, algo que se mistura à sua própria existência, uma oferta que ele acredita ser devida a si e à sua vida".
  • “Uma cultura nasce quando uma grande alma desperta de seu estado primário e emerge do eterno infantilismo humano; quando um formulário surgir do relatório; quando algo limitado e efêmero emerge do ilimitado e duradouro. Floresce então no chão de uma região, à qual permanece ligada como planta. ”
  • “Os símbolos são sinais sensíveis, últimas impressões, indivisíveis e acima de tudo involuntárias, que têm um significado específico. Um símbolo é uma característica da realidade que, para um homem com seus sentidos alertas, designa imediata e obviamente algo que não pode ser comunicado através do intelecto. ”

Bibliografia recomendada

  • Spengler, O. (1993).A decadência ocidental: esboço de uma morfologia da história universal. Planeta De Agostini,.
  • Spengler, O., & López-Ballesteros, L. (1936).Anos decisivos. Espasa-Calpe.
  • Oswald, S. (1958). O declínio do oeste.Volume I. Madrid: Espasa Calpe SA
  • Oswald, S. (1958). O declínio do oeste.Volume II Madrid: Espasa Calpe SA
  • Spengler, O. (1922). O ciclo de vida das culturas.Etzioni e Etzioni (comp.) Mudanças sociais: fontes, tipos e consequências, México, Fundo de Cultura Econômica.


Vídeo: Sri Aurobindo: Heraclito y Oriente (Junho 2021).